Dicas para escolher o óculos ideal


Quando os óculos de grau entram na sua vida para ficar eles passam a compor a sua imagem pessoal. E nesse momento, o design da peça comunica muito sobre você. Por isso, o óculos pode ser um grande aliado para a sua imagem ou não. Sendo assim, escolher um modelo de óculos pode não ser uma tarefa muito fácil. Pensando nisso, resolvi trazer algumas dicas para te ajudar na escolha. Confira:


Primeiros passos para a escolha adequada

Nesse período em que os olhos ganharam tanto destaque, a escolha do óculos certo é fundamental. Por isso, a escolha do modelo pode ser um momento bastante desafiador. Primeiramente você precisa entender qual é a imagem que você quer passar com aquele modelo, qual sua intenção? Ser formal, informal, séria, descontraída ou neutro para todas as ocasiões?


Depois disso é preciso se preocupar com a harmonia do modelo com seu rosto e cores da sua paleta. Assim, você poderá encontrar o modelo ideal para compor sua imagem pessoal da melhor forma. Além disso, existem três pontos muito importantes na hora da escolha e é deles que vou falar agora:


  1. Linhas

As linhas são a estrutura básica do modelo, são elas que vão fazer toda a diferença na comunicação visual entre a peça escolhida e a sua imagem pessoal. Sendo assim é importante observar as características básicas da escolha e para isso, trouxe alguns exemplos:

  • Modelos com linhas curvas: são aqueles mais arredondados. Modelos nesse estilo podem gerar percepções de delicadeza e suavidade.

  • Modelos retos: são opções que transmitem mais seriedade e credibilidade, ideais para pessoas que trabalham em ambientes corporativos, escritórios e outros.

  • Modelos inclinados: são aqueles que possuem as laterais mais altas, normalmente relacionados ao estilo “gatinho” e por isso, recomendados para pessoas com uma imagem voltada para o dinamismo e modernidade. Excelente opção para quem trabalha com criação, por exemplo!

  1. Cores

Ainda mais do que nas peças de roupa, as cores do seu óculos impactam muito na sua imagem pessoal. Uma das dúvidas mais comuns é sobre combinar o óculos com a paleta de cores, certo ou errado?


Já disse aqui antes que comigo não existe certo ou errado e nesse caso ainda mais. Isso porque a cor do óculos pode sim estar inserida na sua paleta de cores ou não. Por isso é sempre muito importante estar atento à proposta para o modelo escolhido no momento.


Os modelos coloridos despertam toda uma sensação de informalidade e criatividade enquanto os neutros estão mais focados na elegância, seriedade e formalidade. Qual é o seu perfil?


  1. Proporções

As proporções são o cheque-mate da sua decisão de compra. Depois de combinar suas preferências, objetivos e gosto entre as linhas e cores chegou a vez de decidir com a ajuda das proporções. Experimente o óculos e observe esses três pontos na hora da escolha:

  • Teste do sorriso: a primeira dica e a mais fácil. Basta sorrir com o modelo escolhido e observar se ele se move durante essa ação. Caso aconteça é um indicativo que ainda não acertou na escolha.

  • As laterais das têmporas: o modelo precisa acompanhar mantendo um espaço máximo de um dedo entre a peça e o seu rosto. Caso contrário pode parecer aquela roupa que você comprou grande demais, sabe? Sem contar que pode ser incômodo durante o uso.

  • Observe as sobrancelhas: o óculos deve acompanhar a sobrancelha podendo cobri-la parcialmente, mas mantendo uma sinergia entre a peça e o seu rosto.


Vale lembrar que não é necessário levar todos os pontos ao pé da letra, mas sim criar uma combinação confortável para você e adequada a sua imagem pessoal.


Gostou das dicas? Escrevo textos novos todas às quartas, fica ligada!