Paleta de cores: verdade ou mito?


Quando falamos em estilo estamos nos referindo a um universo de possibilidades. Mas o que realmente importa no visual de uma pessoa é transmitir a mensagem que ela quer passar. Ou seja, é independente do estilo que você adotar é fundamental expressar sua essência para construir uma imagem pessoal consistente e desenvolver uma autoimagem coerente. Sabe qual a melhor forma de fazer isso? Usando as cores a seu favor! Por isso, hoje o nosso tema é paleta de cores. Vamos quebrar alguns paradigmas trazendo à tona verdades e mitos sobre o tema. Confira:


Mitos ou verdades sobre paleta de cores:

Preto fica bem em todo mundo: MITO

A máxima do pretinho básico é uma ilusão comum. Muitas pessoas acreditam que a cor combina com todas as pessoas e ocasiões, mas muitas vezes esse é o erro. O preto faz com que haja uma convergência de olhar interessante, mas não tem resultado positivo para todos as pessoas. Em muitos casos outros tons neutros escuros podem substituir o preto com um resultado visual melhor como o grafite, por exemplo.

Recentemente eu escrevi um texto falando sobre cores com dicas para fugir do básico, depois confere ele aqui.


Mulheres Plus Size podem sim usar listras: VERDADE

O formato do corpo não é um fator determinante para fazer uma escolha definitiva sobre cores e estampas. Existe uma série de fatores mais relevantes como os contrastes que são tom de pele, cor dos cabelos, sobrancelhas e boca. Então pode sim usar listras! Aliás, eu sou a favor do “você pode o que você quiser” por isso, costumo dar dicas de como minimizar os impacto negativo de algo em vez de “proibir”.

O bronzeado impacta na temperatura da pele: MITO

Moramos em um país tropical, em muitas cidades é inevitável pegar um bronze mesmo sem se expor ao sol com esse objetivo. Pensando nisso, seria impossível manter uma paleta de cores por mais de seis meses, não acha? Um dos fatores determinantes para a definição de temperatura da pele são os pigmentos dela. Peles com mais pigmentos rosados costumam ser frias e quando a maioria são os amarelos significa que é quente.

Opções fora da paleta de cores podem gerar um ar de cansaço: VERDADE

O objetivo da paleta de cores é auxiliar na construção da imagem pessoal. Para isso, ressaltar os pontos fortes e diminuir a visibilidade dos pontos menos favoráveis. Sendo assim, a escolha correta da cor pode ressaltar a beleza natural sem pesar enquanto uma escolha ruim pode causar o efeito contrário. O resultado de uma combinação ruim pode ressaltar manchas ou causar uma sensação de cansaço, falta de energia e até mesmo mau humor. Ninguém quer passar essa sensação, não é mesmo?

Azul é frio e vermelho é quente: MITO

As cores têm uma infinidade de tonalidades. Por isso, a paleta de cores vai muito além dessa superficialidade analisando as cores com mais profundidade. E a avaliação das cores segue a mesma linha que mencionei no início do texto sobre a quantidade de pigmentos. Ou seja, existem sim azuis quentes e frios, vermelhos quentes e frio e assim é com muitas outras cores.

Sentiu falta de algum mito por aqui? Deixe nos comentários!

Se ainda houver muitas dúvidas posso escrever a parte 2.